A importância primordial da comunicação

A importância primordial da comunicação

Você já parou pra pensar que a base da comunicação contém dois lados importantíssimos?
De um lado, quem fala. E do outro, quem escuta.
E tão importante quanto aquilo que é dito, é o que está sendo ouvido.
Na grande maioria das vezes, escutamos algo para responder, não compreender.
Desta forma, deixamos de nos comunicar corretamente, porque escutamos com as nossas verdades.
Quantas vezes você se pega atropelando uma conversa ao se justificar ou respondendo uma pergunta como um questionamento, antes que a outra pessoa termine a frase que estava dizendo?
O nosso primeiro ímpeto é ativar o mecanismo de defesa. E com isso, olhamos só para nós, não para o outro.
Quem explana geralmente não consegue fazer uma análise fiel do que o outro vai entender.
E quem ouve, será que realmente entendeu o que o outro realmente quis dizer?
Ambos precisam fazer um exercício de olhar para o outro e refletir.
Mas por que esse assunto tem relevância hoje?
Porque nos tempos atuais, o mundo virtual passou a ser tão importante e as conversas “ao vivo” ficaram mais raras.
Muito se escreve e pouco se diz.
Mas as nossas 4 habilidades comunicativas – Ouvir, Falar, Ler e Escrever, precisam ser reativadas e sempre estar em contínua evolução para que qualquer relacionamento dê certo: entre casais, familiares, parceiros, clientes, fornecedores, etc. Sem comunicação, não existe relação.
Você não precisa ter o dom da oratória, mas precisa se lembrar de fazer uma escuta ativa e de ter empatia.
“É preciso muita coragem pra levantar e falar o que pensa. É preciso muito mais do que coragem para sentar e ouvir o que os outros pensam”.
Te convido a essa reflexão no dia de hoje!

Andréa Lefèvre
Diretora de Marketing & Comunicação do Grupo Arbaitman

Related posts