Furacão Harvey se fortalece e segue rumo à costa do Texas

Furacão Harvey é visto se aproximando da costa do Texas, nos EUA – NOAA / REUTERS

O furacão Harvey continua a se fortalecer e no início desta sexta-feira atingiu a categoria 2, segundo meteorologistas. O fenômeno se aproxima da costa do Texas e tem o potencial para lançar até 90 centímetros de chuva, com ventos de 200 quilômetros por hora. Harvey pode ser a tempestade mais dura a atingir os Estados Unidos em mais de dez anos.

Meteorologistas qualificaram Harvey como “uma tempestade que ameaça vidas” e representa “um grave risco” para milhões de pessoas. Podem ser atingidos dezenas de condados em uma área de mais de 160 quilômetros a partir da costa.

O furacão deve tocar terra no fim da sexta-feira ou no início do sábado, entre Port O’Connor e Matagorda Bay, uma faixa costeira 110 quilômetros a nordeste da cidade de Corpus Christi. Na quinta-feira, o fenômeno foi ganhando força e passou de depressão tropical a furacão de categoria 1. No início desta sexta-feira, o Centro Nacional de Furacões informou que ele havia se tornado um furacão de categoria 2. Impulsionado pelas águas quentes do Golfo do México, Harvey deve se tornar um furacão de categoria 3.

O último furacão dessa categoria a atingir os EUA foi Wilma, em outubro de 2005 na Flórida. A tempestade Sandy, que avançou sobre Nova York e Nova Jersey em 2012, nunca teve ventos tão fortes e havia perdido o status de tempestade tropical ao tocar terra, embora tenha sido também devastadora.

Porta-voz do Centro Nacional de Furacões, Dennis Feltgen diz que os especialistas preveem uma contínua intensificação do furacão até que ele chegue à terra.

Os sete condados do Texas que ficam na costa de Corpus Christi até Galveston Island, a oeste, receberam ordens para retirar dezenas de milhares de pessoas de áreas mais baixas. Em quatro desses condados, autoridades determinaram a retirada de todas as pessoas do condado e advertiram os que continuaram em suas casas de que ninguém poderia ter garantia de resgate.

Autoridades do Texas se preocuparam com o fato de que menos pessoas estavam deixando suas casas, em comparação com tempestades anteriores. “Muitas pessoas não estão levando a tempestade a sério e pensam que ela não representa tanto risco para eles”, disse o governador Greg Abbott à emissora de televisão KPRC, de Houseton. “Por favor atendem aos alertas e saiam o mais rápido possível.”

Abbott determinou que cerca de 700 membros da Guarda Nacional estadual fiquem de prontidão para lidar com a chegada do furacão. Às 6h (de Brasília) desta sexta-feira, Harvey estava 290 quilômetros a sudeste de Corpus Christi e se movia a noroeste a quase 15 quilômetros por hora, com ventos máximos sustentados de 165 quilômetros por hora.

Harvey deve ser o primeiro furacão importante a atingir o Texas desde Ike, em setembro de 2008, que gerou um custo de US$ 22 bilhões em estragos.

Porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders disse que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi informado e continuará a ser atualizado, conforme a tempestade avança. Fonte: Associated Press.

 

Fonte: EM Internacional

Related posts