EUA e UK vetam eletrônicos em voos de “países de risco”

As suspeitas foram confirmadas. A partir deste sábado, passageiros embarcando em dez aeroportos do Oriente Médio e de outros locais com destino aos Estados Unidos não poderão portar nenhum tipo de dispositivo eletrônico na bagagem de mão. O Reino Unido acatou a medida e também aplicou para voos que tenham seus países como destino.

Os locais em questão são os considerados de risco de atos terroristas pelo departamento de Segurança norte-americano: Cairo (Egito), Jordânia, Istambul (Turquia), Jidá e Riade (Arábia Saudita), Kuwait, Casablanca (Marrocos), Doha (Qatar) e Dubai e Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Serão barrados quaisquer tipos de aparelhos, incluindo tablets e smartphones, que tenham mais de 16 centímetros de comprimento, 9,3 centímetros de largura ou 1,5 centímetros de espessura. Com essas características, os aparelhos Iphone, da Apple, estariam liberados do modelo Iphone 5 aos superiores.

Uma das primeiras companhias a se manifestar foi a Royal Jordanian Airlines, que ontem (21) publicou no Twitter uma mensagem solicitando que seus passageiros não embarcassem com equipamentos eletrônicos nas cabines em voo com destino aos Estados Unidos.

“Nossa Inteligência indica que grupos terroristas continuam a tratar a aviação comercial como alvo, incluindo explosivos em vários desses itens eletrônicos, comunicou o departamento de Segurança dos Estados Unidos, também na terça-feira. “Baseado nessa tendência, nossa Administração de Segurança no Transporte, em consulta com relevantes departamentos e agências, determinou que é prudente reforçar a segurança desta maneira.”

Todos os passageiros, incluindo cidadãos americanos, decolando desses aeroportos, devem cumprir a ordem. A proibição não contemplará os voos partindo dos Estados Unidos a esses destinos “de risco”. A medida será tomada por tempo indeterminado.

 

Fonte: Panrotas

Related posts