Após destruição de drone, EUA proíbem voos comerciais sobre espaço aéreo do Irã na região do Golfo

Região onde drone foi abatido tem alto tráfego aéreo devido aos aeroportos no Catar e nos Emirados Árabes. Companhias de outros países também revisaram rotas.

Por G1

Modelo do drone dos EUA que foi derrubado pelo Irã perto do Estreito de Ormuz — Foto: Divulgação do exército dos EUA/Reuters
Foto: Divulgação do exército dos EUA/Reuters

A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) proibiu na quinta-feira (20) voos de aeronaves comerciais norte-americanas sobre as partes do Golfo Pérsico e do Golfo de Omã dentro do espaço aéreo do Irã.

A medida foi tomada após militares iranianos abaterem um drone dos Estados Unidos na região – o que quase levou a um conflito armado entre os dois países, de acordo com o próprio presidente norte-americano, Donald Trump.

Assim, voos que saem dos Estados Unidos rumo a países na Ásia, como ÍndiaCatar Emirados Árabes, terão de desviar ligeiramente de rota para não sobrevoar a região – que tem tráfego intenso devido aos movimentados aeroportos de Doha, Abu Dhabi e Dubai.

Leia mais em G1

Related posts