Luz no horizonte das agências de viagens

Por Liliana Lavoratti, DCI – Diário Comércio Indústria e Serviços

Presidente da Maringá Turismo espera atingir meta de faturamento prevista para este ano de R$ 1 bilhão

O empresário Marcos Arbaitman, fundador e presidente da Maringá Turismo, agraciado ontem em São Paulo com o prêmio “Personalidade de Vendas 2015”, da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB), está otimista quanto ao futuro não só de sua empresa, mas também do setor viagens corporativas e a própria economia do País. Após algum tempo de queda nas vendas, junho foi o primeiro mês em que seu faturamento empatou com o do mesmo período de 2015. Fruto do início do retorno da confiança do empresariado. Ele acredita que seu grupo pode faturar R$ 1 bilhão em 2016, meta antes prevista para o ano que vem.

Investimento e não passeio

Especializada em viagens empresariais, a Maringá Turismo atende grandes clientes. Arbaitman lembra que a viagem neste segmento é tratada como investimento porque os profissionais das companhias ganham em aprendizado, experiências e técnicas que aplicam como inovação no seu dia a dia. O diferencial da Maringá é o serviço sob medida, fugindo dos pacotes pré-elaborados. Mesmo acreditando no avanço do mercado “corporate”, o empresário investe na ampliação do turismo tradicional de lazer, que hoje responde por 18% contra 72% do corporativo.

Capital externo

Arbaitman é totalmente favorável à possibilidade de deixar o controle de 100% do capital das companhias aéreas para estrangeiros, que está em tramitação no Congresso Nacional. O presidente da Maringá Turismo lembra que a chilena LAN não consegue aproveitar toda a sinergia com a TAM por problemas regulatórios e que o controle da Gol pela Delta Airlines, especulado pelo mercado, agregaria muita expertise ao mercado local. “Vai colocar o Brasil em outro nível”, afirmou, ontem, após receber o prêmio “Personalidade de Vendas 2015”, da ADVB.

Related posts