A retomada otimista e o comportamento da inflação por Alexandro Ferreira

A retomada otimista e o comportamento da inflação por Alexandro Ferreira

Uma das principais forças que influenciam preços é o consumo. Os economistas sempre conjecturam em referência ao comportamento das pessoas. Uma conjectura que parece fazer muito sentido é que os consumidores precisam estar felizes para comprar bens e serviços. Diante de uma pandemia sem precedentes como é que os consumidores ficam felizes? Na realidade, estão perdendo o ano e muita coisa mais.

A alta de 0,26% do Índice nacional de preços ao consumidor (IPCA) em junho, após a deflação de 0,38% observada em maio era esperada. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), veio do item alimentação, bebidas, transportes, em especial combustível, do qual os preços subiram após queda em março.

Embora a pandemia do novo corona vírus provocou adiamento de reajustes de preços, a perspectiva é que no mês de julho deverão subir, um bom exemplo é a energia elétrica.

Assim, diante do início da retomada das atividades em que podemos destacar uma breve recuperação na indústria e comercio, não podemos deixar de mencionar que podemos ter uma eventual recomposição de preços em razão da perda de renda de milhares de trabalhadores.

O segmento de Turismo corporativo que responde por aproximadamente 60% do mercado de Turismo no Brasil, fechou junho com queda de aproximadamente 88% em relação ao mesmo período de 2019 (Fonte: Associação Brasileira de Viagens Corporativas – Abracorp).

Diante do pandemônio vivenciado no setor de serviços, principalmente no ramo de turismo, a tendência é que tenhamos um aumento no volume de negócios nos próximos meses, sobretudo diante da retomada nas operações nos setores imobiliários; tecnologia; indústria farmacêutica e agronegócios.

Para superarmos as dificuldades provocadas pela pandemia teremos um grande desafio no novo normal, principalmente, em ofertar bens e serviços que agregam valor ao cliente diante de um cenário em que os consumidores e compradores estarão mais sensíveis ao preço.

Nós do Grupo Arbaitman estamos à mais de 50 anos oferecendo soluções que trazem tecnologia, inovação, satisfação e redução de custos em viagens e eventos, e seguiremos com esse mesmo propósito, nos reinventado para o novo normal.

 

Alexandro Ferreira – Diretor Financeiro do Grupo Arbaitman

 

Related posts